Conteúdo

Descubra curiosidades fascinantes sobre o Mosteiro dos Jerónimos

Quando se fala em maravilhas arquitetônicas ao redor do mundo, não se pode deixar de mencionar o Mosteiro dos Jerónimos, construído em Portugal no século XVI e agora considerado um patrimônio mundial da UNESCO. Localizado às margens do rio Tejo, em Lisboa, é um dos lugares mais frequentados pelos turistas. A arquitetura milenar foi construída pelo famoso Rei Manuel I e é esculpida em pedra calcária branca.

Neste artigo, leia sobre as curiosidades mais surpreendentes do Mosteiro dos Jerónimos que certamente acrescentarão o monumento à sua lista de desejos.

12 curiosidades sobre o Mosteiro dos Jerónimos

Curiosidades sobre o Mosteiro dos Jerónimos - O raro estilo manuelino

1. Raro estilo manuelino

Popularmente conhecida como arquitetura gótica tardia portuguesa, essa foi uma das obras de arte que resultou da transição durante a era do Renascimento. Uma das características marcantes desse estilo de arquitetura são os painéis decorativos nas janelas, arcadas e pilares. As incrustações nas pedras são feitas intrincadamente, exibindo um trabalho artesanal completo.

O mosteiro dos Jerónimos foi projetado pelos influentes arquitetos Diogo Boitac e João de Castilho na história portuguesa.

Curiosidades sobre o Mosteiro dos Jerónimos - As Sete Maravilhas de Portugal

2. Uma das sete maravilhas de Portugal

Se você estiver visitando Portugal, não pode deixar de visitar o Mosteiro dos Jerónimos, considerado uma das sete maravilhas da nação litorânea. Não apenas isso, há uma vantagem adicional ao visitar o local, pois você também poderá visitar uma outra maravilha de Portugal, a Torre de Belém, construída entre 1514 e 1520 d.C. e localizada a poucos minutos a pé do mosteiro.

Curiosidades sobre o Mosteiro dos Jerónimos - Virgem Maria

3. Dedicado à Virgem Maria

Como Portugal é um país litorâneo, os marinheiros frequentavam seus barcos de e para Belém. Portanto, para que a segurança dos viajantes que empreenderam e fizeram avanços para Portugal, o mosteiro foi consagrado. Acreditava-se que foi a bênção da Virgem Maria que possibilitou a viagem do famoso explorador Vasco da Gama e de outros marinheiros, por isso que a construção do Mosteiro dos Jerónimos foi ordenada em 1496.

Curiosidades sobre o Mosteiro dos Jerónimos - São Jerônimo

4. O significado de São Jerónimo no Mosteiro de Jerónimo

O Mosteiro de Jerónimo, também conhecido como Mosteiro dos Hieronimitas, recebeu esse nome em homenagem a São Jerónimo, um sacerdote cristão, teólogo e historiador que foi um dos estudiosos mais eruditos da Igreja Cristã primitiva e é mais conhecido por sua tradução da Bíblia para o latim, a "Vulgata".

Curiosidades sobre o Mosteiro dos Jerónimos - Lar dos monges

5. Lar dos monges

O Mosteiro dos Jerónimo foi anteriormente o lar de monges pertencentes à Ordem de São Jerónimo cuja principal tarefa era conduzir discursos espirituais e orar pelo bem-estar dos marinheiros e do rei, juntamente com seus familiares. Embora o sistema tenha sido encerrado em 1833, o local ainda é um espaço com ecos de meditações silenciosas, orações e ordens espirituais dos monges que residiam no mosteiro.

Curiosidades sobre o Mosteiro dos Jerónimos - Pastel de Nata

6. Lar de uma das mais famosas sobremesas

O Pastel de Nata é uma das joias da doçaria portuguesa, com sua origem ligada ao Mosteiro dos Jerónimos. A história conta que os monges que habitavam o mosteiro usavam claras de ovos para engomar suas roupas brancas, e assim, para evitar o desperdício, a gema do ovo era utilizada na criação deste doce saboroso. Embora essa sobremesa tenha alcançado grande fama nos dias de hoje, a experiência de saboreá-la no local onde tudo começou é verdadeiramente indescritível!

Curiosidades sobre o Mosteiro dos Jerónimos Arquitetura gótico-portuguesa

7. Era das Descobertas

A arquitetura gótica portuguesa foi construída na época em que a Europa estava passando por uma enorme mudança na arte, ciência, filosofias, tecnologias e outros campos relacionados, além disso ela simboliza a grande riqueza, o poder e os recursos do país português durante essa época. A arquitetura manuelina é uma homenagem à era de descobertas durante a qual o mosteiro dos Jerónimos foi construído.

Curiosidades sobre o Mosteiro dos Jerónimos - Sepultamento de personalidades

8. Sepultamento de muitas personalidades

O mosteiro é agora o local de descanso de alguns dos membros da classe dominante e de suas famílias, como o rei Manuel I, juntamente com os membros da família, foi enterrado aqui. Além disso um dos mais famosos marinheiros e exploradores de todos os tempos, que abriu a rota comercial para a Índia, Vasco da Gama, está enterrado aqui também.

Curiosidades sobre o Mosteiro dos Jerónimos - sala thai

9. Pavilhão tailandês na arquitetura portuguesa

Para comemorar o dia da chegada dos portugueses à Tailândia e marcar os 500 anos da jornada amistosa entre eles, um pavilhão tailandês/ Sala Thai, construído em Bangkok, foi enviado ao mosteiro dos Jerónimos. O pavilhão tem 22 pés de altura e é ornamentado em uma estrutura vermelha e dourada, o telhado do pavilhão lembra a pele de um dragão, que também é famosa em outras arquiteturas tailandesas.

Curiosidades sobre o Mosteiro dos Jerónimos - Jerónimos Monastery

10. Declarado Patrimônio Mundial pela UNESCO

O Mosteiro dos Jerónimos é considerado um dos Patrimônios Mundiais da UNESCO e atrai milhões de turistas de todo o mundo, a organização mundial declarou esse patrimônio em 1983, juntamente com a Torre de Belém e é um dos locais mais frequentados do mundo. É conhecido por sua arquitetura hipnotizante, espaços, gramados e grande fonte.

Curiosidades sobre o Mosteiro dos Jerónimos - Interior e pintura interna

11. Interior e pintura interna

As colunas da parede foram esculpidas de forma intrincada com a máxima atenção aos desenhos de qualquer criatura, flores, etc. As gárgulas suspensas na parte superior e os painéis e desenhos minuciosos nas paredes são inesquecíveis. O Mosteiro dos Jerónimos tem 300 metros de comprimento e uma fachada lindamente decorada, uma das principais pinturas que você encontrará no monumento é a da vida de São Jerónimos.

Curiosidades sobre o Mosteiro dos Jerónimos - Confessionários

12. Demorou mais de 100 anos para ser concluído

Os escultores e arquitetos levaram mais de 100 anos para construir o mosteiro em sua totalidade e a arquitetura tem se mantido forte por gerações. Apesar do grande terremoto de 1755 ter deixado algumas mudanças no monumento, a arquitetura do mosteiro é vista como um dos lugares mais belos e bem construídos do mundo.




Curiosidades sobre o Mosteiro dos Jerónimos - Perguntas frequentes

O que é o Mosteiro dos Jerónimos?

O Mosteiro dos Jerónimos é um antigo mosteiro de Lisboa, construído no final do século XV em estilo manuelino e atualmente é um Patrimônio Mundial da UNESCO.

Qual é uma curiosidade super interessante sobre o Mosteiro dos Jerónimos?

Uma curiosidade interessante é que foram necessários quase 100 anos para concluir o Mosteiro dos Jerónimos, e que os monges da Ordem de São Jerónimos usavam o mosteiro para orar, meditar e oferecer discursos espirituais.

Onde fica o mosteiro dos Jerónimos?

O Mosteiro dos Jerónimos está localizado no município de Lisboa, próximo às margens do rio Tejo, em Portugal.

Quando o Mosteiro dos Jerónimos foi construído?

A construção da igreja começou em 1501 e foram necessários quase 100 anos para concluir todo o processo.

Quando o Mosteiro dos Jerónimos foi inaugurado?

O Mosteiro dos Jerónimos foi inaugurado em 1601, entretanto a construção começou somente em 1501 e levou mais de um século para ser concluída.

Quem construiu o Mosteiro dos Jerónimos?

O Mosteiro dos Jerónimos foi construído pela ordem do rei Manuel I que usou as receitas do comércio com a África e a Índia para construir a magnânima arquitetura.

Que pinturas famosas estão no Mosteiro dos Jerónimos?

A maioria das pinturas e obras no Mosteiro dos Jerónimos é dedicada à vida de São Jerónimos, acompanhada por um leão e pela Bíblia Sagrada.

Quantas pinturas/obras de arte existem no Mosteiro dos Jerónimos?

Existem dez pinturas dedicadas aos Apóstolos, uma a São Jerônimo e outra a Santo Agostinho. Além disso, há muitas esculturas ornamentadas dentro do complexo arquitetônico dedicadas a santos, criaturas míticas e outros elementos proeminentes.